Receitas

Bolachas de Amêndoa e Canela

Quem não gosta de umas bolachinhas deliciosas com travo a canela? Estas bolachas de amêndoa e canela são de comer e chorar por mais!

Receita de Bolachas de Amêndoa e Canela

Tempo Médio de Preparação: 60 min
Porções: 24 bolachas

Ingredientes

  • 300g de farinha sem glúten
  • 1 colher de chá de fermento para bolos
  • 48g de miolo de amêndoa moída
  • 100g de açúcar amarelo
  • 100g de manteiga
  • 2 ovos
  • 1 colher de chá de canela

Modo de preparação

  • Numa tigela, bata o açúcar e a manteiga com uma batedeira, até obter uma consistência esbranquiçada.
  • Adicione os ovos e bata até borbulhar.
  • Junte o miolo de amêndoa, a farinha, o fermento e a canela, e continue a bater até obter uma consistência homogénea e grossa.
  • Faça uma bola de massa com uma espátula ou com as mãos polvilhadas com farinha.
  • Leve a massa ao frigorífico durante meia hora, para endurecer e ser mais fácil de trabalhar.
  • Coloque a bola de massa no meio de duas folhas de papel vegetal e estique a massa com um rolo até obter uma espessura de cerca de 0,5cm. Transfira para um tabuleiro de forno e retire a folha de cima.
  • Corte a massa com um copo ou cortador de bolachas, dispondo-as com um intervalo grande entre elas. Talvez seja necessário fazer duas fornadas. Rende à volta de 24 bolachas.
  • Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 15 minutos ou até dourar ligeiramente. Deixe arrefecer e guarde as bolachas num recipiente hermético.

Dicas

  • Verifique que a farinha sem glúten é também low FODMAP. Como alternativa, pode substituir por 250g de farinha de arroz + 50g de maizena.
  • Outra maneira de dar forma às bolachas é fazer pequenas bolas e colocá-las no tabuleiro forrado com papel vegetal, com um intervalo grande entre elas. Depois pressione cada bolinha dando-lhe a forma de bolachas.

Notas da nutricionista Sandra Rosmaninho Almeida (certificada pela Universidade Monash)
Podemos consumir até 24g de miolo de amêndoa (GOS) por refeição. Como a receita leva o dobro da quantidade, a dose segura em termos de FODMAP é de metade da receita (12 bolachas).

E porque nem sempre é fácil encontrar bolachas que possamos comer, fiz esta versão simples e deliciosa para desfrutar sem sintomas desagradáveis! Joana Oliveira (My Gut Feeling)

Veja também estas receitas

Mousse de Iogurte com Frutos Vermelhos

Pequeno-almoço com ar de sobremesa? Sim, por favor!
Ver Receita

Petit Gâteau

Com saudades de uma sobremesa que não seja fruta?
Ver Receita

Crumble de Framboesa e Morango

Delicie-se com esta sobremesa crocante e saborosa, sem preocupações.
Ver Receita

O que acha deste site

Responda a 3 questões e ajude-nos a perceber o que podemos melhorar.
As suas respostas são anónimas e ajudarão toda a comunidade a ter uma melhor experiência.

1 Eu…

(opcional)
Próxima pergunta

2 Indique, de 1 a 5, se recomendaria este website a outra pessoa.

Próxima pergunta

3 Que conteúdo gostava que continuássemos a actualizar? (seleccione apenas 2)

(opcional)
Enviar

Terei Síndrome do Intestino Irritável?

Alguma vez pensou demoradamente no que ia pedir num primeiro encontro, com receio de que a sua decisão pudesse levar a uma urgente (e inconveniente) ida à casa de banho? Procura sempre a casa de banho de qualquer espaço público assim que entra, como um espião altamente especializado? Já gastou mais em papel higiénico do que em artigos de “higiene pessoal”?

Dificuldades com a digestão são mais comuns do que possa pensar. Apesar de patologias como a SII serem frustrantes, não são definitivamente algo pelo qual deva sentir vergonha.
Começar

Fase 1

Tem, com frequência, dor ou desconforto abdominal que alivia após evacuar?

Sofre com frequência dor abdominal que provoca uma grande urgência em evacuar?

Os sintomas acima descritos duram há mais de 3 meses?

Costuma interromper as suas atividades diárias devido aos sintomas acima descritos?

Próxima pergunta

É pouco provável que seja Síndrome do Intestino Irritável. No entanto, se os sintomas persistirem ou piorarem, consulte um profissional de saúde.

Fase 2

Sente regularmente a sua barriga inchada ou distendida (pense numa gravidez de 6 meses)?

Considera os seus movimentos intestinais “irregulares” (muito frequentes ou pouco frequentes, diarreia ou obstipação)?

As suas fezes têm uma forma anormal (formato, textura, consistência)?

Tem gases com muita frequência?

Tem dificuldade em evacuar (esforço, urgência ou dor)?

Concluir

De acordo com os critérios de Roma IV, é provável que tenha SII. Aconselhamos que consulte um profissional de saúde.

Saiba mais sobre o que dizer na consulta e os tratamentos existentes para gerir os seus sintomas: